Análise do perfil dos pescadores artesanais de São Francisco do Sul/SC: um foco para a educação ambiental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19180/2177-4560.v16n12022p74-88

Palavras-chave:

Hidrografia, Pescado, Água-doce, Conservação, Comunidades tradicionais

Resumo

Em São Francisco do Sul, pequeno, porém bastante antigo município praiano do litoral norte de Santa Catarina, a ictiofauna marinha tem extrema importância para a economia e para o turismo. Contudo, a ictiofauna de água-doce e estuarina além de desempenhar importante papel biológico, também é fonte de recursos, principalmente paras as comunidades tradicionais da ilha. Para entender melhor a utilização e a conservação dos recursos pesqueiros, realizamos um levantamento junto às comunidades pesqueiras tradicionais. Assim, procuramos levantar informações sobre a atividade pesqueira, focando na pesca artesanal realizada em rios ou sistemas lagunares. Essa caracterização junto aos pescadores demonstrou que, quando pescam em rios ou sistemas lagunares o fazem, principalmente no rio Acaraí e utilizam o pescado para consumo próprio ou para a venda. Notamos também, que uma parcela considerável desses pescadores, não utiliza, para os fins desejados, todos os peixes que retira da água e isso pode ter relação com as características dos apetrechos que utilizam (comprimento e tamanho das malhas das redes e tarrafas). Por fim, com esses dados, produzimos um material na forma de cartilha que pode ser usado como apoio em atividades de educação ambiental.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Daniel Meneguello Limeira, Instituto Federal do Paraná
    Doutorado em Genética Evolutiva e Biologia Molecular pela Universidade Federal de São Carlos, Brasil.Professor no Instituto Federal do Paraná Campus Londrina, Brasil.    
  • Jéssica Cristine de Mira, Instituto Federal Catarinense Campus Araquari
    Instituto Federal Catarinense Campus Araquari
  • Leandro Rafael Pinto, Instituto Federal do Paraná
    Doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Paraná, Brasil.Professor no Instituto Federal do Paraná Campus Curitiba - Brasil

Referências

ARMSTRONG, D.W. et al. Gear selectivity and the conservation of fish. J. Fish. Biol., v. 37A, p. 261-262, 1990.

BENINCA, J. Variação espaço-temporal da ictiofauna da laguna Acaraí e seus afluentes no Parque Estadual Acaraí, São Francisco do Sul, SC, Brasil. 2011. 61 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas), Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2011.

GERHARDINGER, L. C. et al. Conhecimento ecológico local de pescadores da Baía Babitonga, Santa Catarina, In: Brasil: Peixes da família Serranidae e alterações no ambiente marinho. Acta Scientiarum - Biological Sciences, v. 28, n. 3, p. 253–261, 2006.

HANSEN, M. J. et al. Gillnet selectivity for lake trout (Salvelinus namaycush) in Lake Superior. Canadian Journal of Fisheries and Aquatic Sciences, v. 54, p. 2483–2490, 1997.

JACOBI, P. Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, 2003.

MADENJIAN, C. P.; RYAN, P. A. Effect of gear selectivity on recommended allowable harvest with application to the Lake Erie yellow perch fishery. N. Am. J. Fish. In: Manage., v. 15, p. 79–83, 1995.

MENEZES, N. A. Guia Prático para Conhecimento e Identificação das Tainhas e Paratis (Pisces, Mugilidae) do Litoral Brasileiro. In: Revista Brasileira de Zoologia, v. 2, n. 1, p. 1–12, 1983.

OLIVEIRA, F. A. de; VIEIRA, C. V. Aspectos Climáticos e Hidrográficos. In: MELO-JÚNIOR, J. C. F. de; BOEGER, M. R. T. (orgs). Patrimônio natural, cultura e biodiversidade da restinga do Parque Estadual Acaraí. Joinville, SC: Editora Univille, 2017. p. 113-136.

PAZ, J. P. S.; VIEIRA, C. V. Evolução do Uso e Cobertura do Solo no Município de São Francisco do Sul – Estado de Santa Catarina. In: Boletim Paranaense de Geociências, v. 74, n. 1, p. 28–36, 2018.

PINHEIRO, P. et al. Comunidades de Peixes de Água Doce e Estuarinos. In: MELO-JÚNIOR, J. C. F. de; BOEGER, M. R. T. (orgs). Patrimônio natural, cultura e biodiversidade da restinga do Parque Estadual Acaraí. Joinville, SC: Editora Univille, 2017. p. 334-353.

SCHORK, G; MOTTOLA, L. S. M.; HOSTIM-SILVA, M. Diagnóstico da pesca amadora embarcada na região de São Francisco do Sul (SC). In: Revista CEPSUL - Biodiversidade e Conservação Marinha, v. 1, n. 1, p. 8–17, 2010. Disponível em: <http://www.icmbio.gov.br/revistaeletronica/index.php/cepsul/article/view/295>.

SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Científico. 23ª ed. São Paulo: Cortez. 2007. 304 p.

SILVA, J. A. da. et al. Educação ambiental e comunidades tradicionais da APA delta do Parnaíba. In: Moreira, Francisca Mayara Pereira, et al. (Orgs.) Educação ambiental em unidades de conservação e políticas públicas. Mossoró, RN: EDUERN, 2017.

VIEIRA, F. P.; SOUZA, L. B. A Educação Ambiental com as Comunidades Tradicionais: Outras Trajetórias de Sustentabilidades. In: Notandum, v. XXI, n. 47, 2018.

VIEIRA, F. S. et al. Avaliação do ensino de educação ambiental a partir da percepção dos professores do município de Aracaju, Sergipe. In: Scientia Plena, v. 5, n. 8, p. 1–6, 2009.

Downloads

Publicado

30-12-2022

Como Citar

Análise do perfil dos pescadores artesanais de São Francisco do Sul/SC: um foco para a educação ambiental. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 74–88, 2022. DOI: 10.19180/2177-4560.v16n12022p74-88. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/15905.. Acesso em: 21 jul. 2024.