Presença de microalgas nocivas associada ao cultivo de mexilhões Perna perna da Praia Rasa, Armação dos Búzios, RJ

Autores

  • Alexandre Mioth Soares Instituto Federal do Rio de Janeiro Campus Arraial do Cabo
  • Guilherme Burigo Zanette Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro
  • Daniela Almeida de Souza Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - IEAPM
  • Victor Barbosa Saraiva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense - Campus Cabo Frio
  • Maria Helena Campos Baeta Neves Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - IEAPM
  • Manildo Marcião de Oliveira Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia Federal Fluminense - Campus Cabo Frio

Palavras-chave:

Fitoplâncton. Algas nocivas. Aquicultura. Armação dos Búzios.

Resumo

As algas são organismos eucariotos fotoautotróficos relativamente simples que não possuem tecidos. As proliferações de certas algas microscópicas podem causar diversos efeitos que são percebidos pelo homem como nocivos. O objetivo deste estudo foi monitorar a comunidade fitoplanctônica em pontos próximos ao cultivo de mexilhões da Praia Rasa, com ênfase em espécies potencialmente produtoras de toxinas. As coletas foram realizadas entre fevereiro de 2014 e março de 2015. 79 táxons foram encontrados. As diatomáceas foram predominantes neste estudo. Separações entre verão e inverno foram registradas. Este trabalho poderá servir de base para futuras ações de monitoramento de florações de algas nocivas na cidade.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Alexandre Mioth Soares, Instituto Federal do Rio de Janeiro Campus Arraial do Cabo
    Mestre em Engenharia Ambiental pelo Instituto Federal FluminenseInstituto Federal do Rio de Janeiro - Campus Arraial do CaboPesquisador Voluntário do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira
  • Guilherme Burigo Zanette, Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro
    Mestre em Aquicultura pela Universidade Federal de Santa CatarinaPesquisador de cultivo de moluscosFundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro - FIPERJ
  • Daniela Almeida de Souza, Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - IEAPM
    Mestre em Engenharia Ambiental pelo Instituto Federal FluminenseInstituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - IEAPM
  • Victor Barbosa Saraiva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense - Campus Cabo Frio
    Doutor em Ciências Biológicas (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008)Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense - Campus Cabo Frio
  • Maria Helena Campos Baeta Neves, Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - IEAPM
    Doutorado em Oceanografia Biológica Algologia - Université Pierre et Marie Curie, LISE / CNRS, FrançaPesquisadora titular IIIInstituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - IEAPM
  • Manildo Marcião de Oliveira, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia Federal Fluminense - Campus Cabo Frio
    Doutor em Biologia (Biociências Nucleares) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2009)Professor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tenologia Fluminense – campus Cabo Frio

Downloads

Publicado

30-12-2016

Edição

Seção

Artigos originais

Como Citar

Presença de microalgas nocivas associada ao cultivo de mexilhões Perna perna da Praia Rasa, Armação dos Búzios, RJ. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, [S. l.], v. 10, n. 1, p. 99–118, 2016. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/7506.. Acesso em: 21 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>