Aplicação de um modelo de governança corporativa em empresa familiar: um estudo de caso, Dragão Eletro Diesel no Norte Fluminense

Autores

  • Jamilson Machado dos Santos Júnior
  • Marcius Pereira da Rocha Holanda PUC – RJ

DOI:

https://doi.org/10.5935/1809-2667.20130027

Palavras-chave:

Gestão, Governança Corporativa, Estratégia

Resumo

O objetivo do artigo é buscar um mecanismo de implementação da governança corporativa em empresas familiares de pequeno porte (EPP), naturalmente em função de seu tamanho, no Brasil normalmente de capital fechado. A busca de uma nova alternativa dá-se em função da característica administrativa e de governança que vem sendo desenvolvida no Brasil. Sua implementação tende a minimizar os problemas de agência, encontrados com frequência em empresas de controle familiar e, com isso, estabelecer regras para as relações entre: família, patrimônio societário e gestão. Este trabalho empírico constituiu um estudo de caso da Dragão Eletro Diesel, e são explorados os benefícios e os principais desafios de prática de governança corporativa, através da implementação de um conselho de administração, que será composto por membros da família, colaboradores organizacionais e consultores externos, buscando assim representar o modelo tridimensional: família-propriedade-gestão.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Jamilson Machado dos Santos Júnior
    Mestrando em Sistemas de Gestão Universidade Federal Fluminense – Niterói/RJ - Brasil. E-mail: jamilson@vm.uff.br.
  • Marcius Pereira da Rocha Holanda, PUC – RJ
    Doutor em Engenharia Industrial. Professor Adjunto do Quadro complementar da PUC – RJ - Brasil. E-mail: marciusr@ig.com.br.

Referências

ANDRADE, Adriana; ROSSETTI, José Paschoal. Governança Corporativa: fundamentos, desenvolvimento e tendências. 4ª ed. São Paulo: Atlas, 2009.

ARRUDA, Nilton Marlucio. Sustentabilidade como um novo posicionamento na estratégia de comunicação de empresas brasileiras. Dissertação (Mestrado) – Latec. UFF, Niterói, RJ, 2008.

BLAIR, J. M. Applied Soil Ecology, v. 13, n. 1, p. 45-55, September 1999.

BICALHO, Antônio Mauro Santamaría Chagas. Reflexões Sobre a Gestão das Empresas Familiares Brasileiras. Dissertação (Mestrado) – Latec. UFF, Niterói, RJ, 2004.

BORGES, Luis Ferreira Xavier; SERRÃO, Carlos Fernando de Barros. Aspectos de governança corporativa moderna no Brasil. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v. 12, n. 24, p.111-148, dez. 2005.

CAMARGOS, Marcos Antonio de. Remuneração Executiva, Desempenho Econômico-Financeiro e a Estrutura de Governança Corporativa de Empresas Brasileiras. In: ENANPAD, 2007, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

COUTO, Thadeu do. Uma Metodologia de Auditoria de Recursos Humanos Baseada no Prêmio Nacional da Qualidade (PNQ/2003). Item 6 – Pessoas. Dissertação (Mestrado) – Latec. UFF, Niterói, RJ, 2003.

DA SILVA, Jorge Ferreira et al. Coalinhamento entre estratégias competitivas e colaborativas e desempenho das empresas. RAE/FGV, Ed. Especial de estratégia, v. 47, n. 4, out./dez. 2007.

DE PAULA, Alexandre Roosevelt Martins. Critérios de Excelência do Prêmio Nacional da Qualidade como Instrumento de Gestão para Empresas das Incubadoras Tecnológicas do Estado do Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado) – Latec. UFF, Niterói, RJ, 2005.

DUARTE, Ricardo Seperuelo. Práticas de Governança Corporativa: Estudo de Caso em organizações de serviços educacionais. Dissertação (Mestrado em Sistemas de Gestão) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2007.

FUNCHAL, Jéferson de Araújo. Remuneração de Executivos Desempenho Econômico e Governança Corporativa: Um Estudo de Empírico em Empresas Latino-Americanas. In: ENANPAD, 2006, Salvador/BA, Brasil.

GERSICK, Kelin et al. De geração para geração: ciclos de vida das empresas familiares. São Paulo: Makron Books, 1997.

GHEMAWAT, Pankaj. A Estratégia e o Cenário dos Negócios. São Paulo: Boohman, 2007.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4ª ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GOLDSZMIDT, Rafael et al. O efeito país sobre o desempenho da firma: uma abordagem multinível. RAE/FGV, Ed. Especial de estratégia, v. 47, n. 4, out./dez. 2007.

GONÇALVES, S.C. Patrimônio, família e empresa: um estudo sobre as transformações no mundo da economia empresarial. São Paulo: Negócio Editora, 2000.

GRAVA, J.W. Fusões e Aquisições: motivadores econômicos e estratégicos. In: SADDI, J.(Org.). Fusões e Aquisições: aspectos jurídicos e econômicos. São Paulo: IOB/IBMEC, 2002. p. 3-42.

HAVING trouble with your strategy? Then map it. Harvard Business Review, set./out. 2000.

HOLDERNESS, Clifford G. Were the Good Old Days That Good? Changes in Managerial Stock Ownership Since the Great Depression. The Journal of Finance, v. 54, p. 435-469, 17 Dec 2002. Published Online.

HOW to implement a new strategy without disrupting your organization. Harvard Business Review, March 2006.

JENSES, M.C.; MECKLING, W.H. Journal of Financial Economics, v. 3, n. 4, p. 305360, October 1976.

KAPLAN, Robert; NORTON David. A Estratégia em ação. Balanced Scorecard. 26ª ed. Rio de Janeiro: Campus, 2009.

KAPLAN, Robert; NORTON David. Balanced Scoercard – medições que conduzem o desempenho. Harvard Business Review, Jan/Feb 1992.

KRAAKMAN, A. T. W.; NIKS, R. E.; VAN DEN BERG, P. M. M. M.; STAM, P. ; VAN EEUWIJK, F. A. Linkage disequilibrium mapping of yield and yield stability in modern spring barley cultivars. Genetics, n. 168, p. 435–446, 2004.

LEAL, Ricardo Pereira Câmera, Estrutura de Controle das Companhias Brasileiras de Capital Aberto. RAC, v. 6, n. 1, p. 07-18, jan./abr. 2002.

LEONE, Andrew J. Journal of Accounting and Economics, v. 39, n. 1, p. 163-197, Feb. 2005.

LEAPTROTT, J. An Institutional Theory View of the Family Business. Family Business Review, San Francisco. v. 18, p. 215-228, Sep 2005.

MACHADO-DA-SILVA, Clovis L. et al. Análise institucional de práticas formais de estratégia. RAE/FGV, Ed. Especial de estratégia, v..47, n. 4, out./dez. 2007.

MALUF J. A. Seminário sobre Governança Corporativa. Organizado pela Bradesco Templeton Asset Management, São Paulo, 2000.

MARTINS, Cordeiro Henrique. Atributos e Papéis dos Conselhos de Administração das Empresas Brasileiras. RAE/FGV, v. 23, Ed. Especial 2005.

MELIN, Leif; NORDQVIST, Mattias. The Dynamics of family firms – An Institutional perspective on corporate governance and strategic change – Understanting the Small Family Business: A Catalog record for this book is available from the British Library. 2002. v.1.

MUSTAKALLIO, M. et al. Relational and contractual governance in family firms: Effects on strategic decision making. Family Business Review, San Francisco, v.15, p. 205-227, Sep. 2002.

PEDRINHA, Fernando Luiz Junger. A Busca da Sobrevivência de um Grande Fabricante de Tubos de Aço, a Partir da Adoção das Estratégias Genéricas de Porter: Um Estudo de Método Experimental. Dissertação (Mestrado) – Latec. UFF, Niterói, RJ, 2004.

PEREIRA, Carmen Silva. Governança corporativa e a gestão de pessoas: estudo de caso em uma organização de seguros. Dissertação (Mestrado em Sistemas de Gestão) - Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2004.

PORTER, Michael E. What Is Strategy? Harvard Business Review, Nov./Dez 1996.

RAPPAPORT, T. S. Effects of Directional Antennas at the Base Station on the Doppler Spectrum. IEEE Commun.Lett., v. 1, n. 2, Mar. 1997.

ROSSONI, Luciano Et al. Cooperação interinstitucional no campo da pesquisa em estratégia. RAE/FGV, Ed. Especial de estratégia, v.. 47, n. 4, out./dez. 2007.

SHLEIFER Andrei; VISHNY, Robert La Porta; LOPEZ-DE-SILANES, Rafael Florencio. Legal determinants of external finance. Journal of Finance, v.52, p. 1131-1150, 1997.

SILVEIRA SANTOS, Leonardo Lemos da et al. Formação de estratégia nas micro e pequenas empresas: um estudo no centro – oeste mineiro. RAE/FGV, Ed. Especial de estratégia, v. 47, n.. 4, out./dez. 2007.

SILVEIRA, Alexandre Di Miceli. Efeito dos Acionistas Controladores no Valor das Companhias Abertas Brasileiras. Rev. de Administração, São Paulo, v 39, n. 4, out. nov./dez. 2004.

SILVEIRA, Alexandre Di Miceli. Estrutura de Governança e Valor das Companhias Abertas Brasileiras. RAE/FGV, v. 43, n.3, jul./set. 2003.

SILVEIRA, Alexandre Di Miceli. Governança Corporativa, Desempenho e Valor da Empresa no Brasil. Dissertação (Mestrado) – São Paulo, 2002. 152p.

SIMÕES, Hermes Cupollio. Estratégia de Serviços: Modelos para o Alcance de uma Vantagem Competitiva Sustentável. Dissertação (Mestrado) – Latec. UFF, Niterói, RJ, 2005.

TAGIURI, R.; DAVIS, J. On the goals of sucessful family companies. Family Business Review, v. 5, n. 1, p.43-62, 1992.

THE OFFICE os strategy management. Harvard Business Review, Oct. 2003.

USING the Balanced Scorecard as a Strategic Management System. Harvard Business Review, Jan./Feb. 1996.

VIILLALONGA, Bellen How do family ownership, control and management affect firm value?, Journal of Financial Economics, p.385-417, May 2006 .

WAACK, R. S. Governança Corporativa e Eficiência na Gestão – Grupo Orsa. In: SEMINÁRIO DE LANÇAMENTO DA RAUSP (Revista de Administração da USP), abr./jun. 2002.

WALD, Arnold. O Governo das Empresas. Revista de Direito Bancário, do Mercado de Capitais e da Arbitragem, n. 15, 2002.

ZOOK, Chris. Além das fronteiras do Core Business: Expandindo o mercado sem abandonar as raízes. Rio de Janeiro: Ed. Campus, 2006.

Downloads

Publicado

26-12-2013

Edição

Seção

Artigos Originais

Como Citar

SANTOS JÚNIOR, Jamilson Machado dos; HOLANDA, Marcius Pereira da Rocha. Aplicação de um modelo de governança corporativa em empresa familiar: um estudo de caso, Dragão Eletro Diesel no Norte Fluminense. Revista Vértices, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 27–44, 2013. DOI: 10.5935/1809-2667.20130027. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.20130027.. Acesso em: 15 jul. 2024.