Aspectos da inserção da Igreja Universal do Reino de Deus na mídia televisiva: tecnologias do discurso a serviço da prática hegemônica

Autores

  • Cláudio Márcio do Carmo Universidade Federal de São João del-Rei

DOI:

https://doi.org/10.5935/1809-2667.20060010

Palavras-chave:

Tecnologias do discurso, Hegemonia, Marketing, Igreja Universal do Reino de Deus

Resumo

Este artigo traz uma reflexão sobre a inserção da Igreja Universal do Reino de Deus na mídia, a partir de um programa da Rede Record, chamado Pare de Sofrer. Partimos do pressuposto de que esse espaço de pregação ajuda na construção de um discurso mercadológico devido ao aspecto inter-semiótico. Nesse sentido, o trabalho de interface entre alguns conceitos de análise crítica do discurso e marketing pode esclarecer determinados aspectos das tecnologias discursivas utilizadas para o fortalecimento de ideologias e para garantia de uma argumentação consistente capaz de ajudar a desencadear um processo persuasivo hegemônico em favor da instituição religiosa.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Cláudio Márcio do Carmo, Universidade Federal de São João del-Rei
    Doutor. Professor Adjunto de Lingüística e Língua Portuguesa - Universidade Federal de São João del-Rei, MG/DELACUFSJ.

Referências

ASSMANN, H. A igreja eletrônica e seu impacto na América Latina: convite a um estudo. Petrópolis, RJ: Vozes, 1986.

BEYER, P. Religion and globalization. London-Thousand Oaks-New Delhi: SAGE Publications, 1997.

BORELLI, H. S. Gêneros ficcionais: materialidade, cotidiano, imaginário. In: SOUSA, M. W. (Org.). Sujeito, o lado oculto do receptor. São Paulo: Brasiliense, 1995. p. 71-85.

BOURDIEU, P. Gênese e estrutura do campo religioso. In: BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. 5. ed. São Paulo: Perspectiva, 1999. p. 27-98.

CAMPOS JÚNIOR., L. C. Pentecostalismo: sentidos da palavra divina. São Paulo: Ática, 1995. Coleção As religiões na história.

CARMO, C. M. Aspectos híbridos do discurso da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) na mídia televisiva: entre a religião e o marketing. UFMG, 2001. Dissertação de Mestrado.

FAIRCLOUGH, N. Language and Power. London and New York: Longman, 1989.

FAIRCLOUGH, N. Discourse and Social Change. Cambridge: Polity Press, 1992.

FAIRCLOUGH, N. Media discourse. London: Longman, 1995.

FAIRCLOUGH, N. Discurso, mudança e hegemonia. In: PEDRO, E. R. (Org.). Análise crítica do discurso: uma perspectiva sociopolítica e funcional. Lisboa: Caminho, SA, 1997. p. 77-104.

FERNANDES, R. C. et al. Novo nascimento: os evangélicos em casa, na igreja e na política. Rio de Janeiro: Mauad, 1998.

HEBERLE, V. M. Análise crítica do discurso e estudos de gênero (gender): subsídios para a leitura e interpretação de textos. In: FORTKAMP, M. B. M.; TOMITCH, L. M. B. (Orgs.). Aspectos da lingüística aplicada: estudos em homenagem ao professor Hilário Inácio Bohn. Florianópolis, SC: Insular, 2000. p. 289-316.

OLIVEIRA, R. Neurolingüística e o aprendizado da linguagem. Catanduva, SP: Respel, 2000.

PINHO, J. B. Comunicação em marketing: princípios da comunicação mercadológica. 2. ed. Campinas, SP: Papirus, 1991.

SANDMANN, A. J. A linguagem da propaganda. São Paulo: Contexto, 2000. Repensando a Língua Portuguesa.

SCOLLON, R. Mediated discourse as social interaction: a study of news discourse. London & New York: Longman, 1998.

VAN DIJK, T. A. Semântica do discurso e ideologia. In: PEDRO, E. R. (Org.). Análise crítica do discurso: uma perspectiva sociopolítica e funcional. Lisboa: Caminho SA, 1997. p. 105-168.

WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. 6. ed. São Paulo: Livraria Pioneira Editora, 1989.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais

Como Citar

CARMO, Cláudio Márcio do. Aspectos da inserção da Igreja Universal do Reino de Deus na mídia televisiva: tecnologias do discurso a serviço da prática hegemônica. Revista Vértices, [S. l.], v. 8, n. 1/3, p. 137–152, 2010. DOI: 10.5935/1809-2667.20060010. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.20060010.. Acesso em: 16 jul. 2024.