Jeca Tatu: retrato de um país desigual

Autores

  • Ingrid Ribeiro da Gama Rangel Instituto Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.5935/1809-2667.20110004

Palavras-chave:

Jeca Tatu, Cultura caipira, Diversidade, Desigualdade

Resumo

Este artigo aborda a importância da comunicação e da literatura na formação da sociedade. Por meio do personagem de Monteiro Lobato – Jeca Tatu – são feitas considerações sobre o conformismo, a política cultural equivocada e a vida degradante em que viveram, e ainda vivem, muitos brasileiros. Também é abordada a necessidade de se preservar a cultura caipira sem confundir diversidade cultural com desigualdade social.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Ingrid Ribeiro da Gama Rangel, Instituto Federal Fluminense
    Jornalista e pedagoga, mestranda em “Cognição e Linguagem” na Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro e professora do núcleo pedagógico no Instituto Federal Fluminense. E-mail: iribeiro@iff.edu.br

Referências

BOSI, E. O tempo vivo da memória: ensaios de psicologia social. São Paulo, SP: Ateliê Editorial, 2003.

CÂNDIDO, A. Os parceiros do Rio Bonito: estudo sobre o caipira paulista e a transformação dos seus meios de vida. 7 ed. São Paulo, SP: Livraria Duas Cidades, 1987.

GRAMSCI, A. A Dialética da História. Trad. Carlos Nelson Coutinho. 8 ed. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 1989.

HOUAISS, A.; VILLAR, M. S.; FRANCO, F. M. M. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro, RJ: Objetiva, 2001.

LE GOFF, J. História e memória. São Paulo, SP: Editora Unicamp, 1996.

LOBATO, M. Urupês. 32 ed. São Paulo, SP: Editora Brasiliense, 1986.

LOTMAN, I. La semiosfera I. Trad. de Desidério Navarro, Madrid: Ediciones Cátedra, 1996.

MARIANO, N. F. O lugar do caipira no processo de modernização. Scripta Nova, Universidad de Barcelona, n. 69, 2000.

MORIN, E. O método 4 – As idéias: habitat, vida, costumes, organização. Porto Alegre, RS: Editora Sulina, 1998.

NASCENTES, Z. C. Coronéis, fantasmas e santos na literatura de ciclo do Modernismo. Revista de Letras (Curitiba), v. 06, p. 45-60, 2003.

NOVAES, W. A quem pertence a informação?. 2. ed. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 1996.

OCTÁVIO, R.G. De caipira a farmer: a regeneração do caipira brasileiro. Revista LOGOS, n. 16, 2008.

OLIVEIRA, S. A. de. Literatura e sociedade na cultura caipira: comentários sobre a oralidade em Antonio Candido. Anuário da literatura, n.7, 1999.

ORTIZ, R. Cultura brasileira e Identidade Nacional. São Paulo, SP: Editora Brasiliense, 1985

PILETTI, N. e C. História e vida – Brasil: da independência aos dias de hoje. 12 ed. São Paulo, SP: Editora Ática S.A., 1994.

SANTOS, D. de S. A figura do homem rural na literatura brasileira: alguns recortes. Revista da UFG, v. 7, n. 1, 2004.

TEIXEIRA COELHO. O que é indústria cultural. 8 ed. São Paulo, SP: Editora Brasiliense, 1986.

Downloads

Edição

Seção

Artigos Originais

Como Citar

RANGEL, Ingrid Ribeiro da Gama. Jeca Tatu: retrato de um país desigual. Revista Vértices, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 61–72, 2011. DOI: 10.5935/1809-2667.20110004. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/1809-2667.20110004.. Acesso em: 20 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)