Resíduos industriais - técnicas de destinação e valorização dos floating hoses: estudo de caso no município de Macaé, RJ

Autores

  • Marlon de Almeida Clemente Silva Instituto Federal Fluminense (IFFluminense)
  • José Augusto Ferreira da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense
  • Jader Lugon Junior Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense
  • Marcos Antonio Cruz Moreira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.19180/2177-4560.v11n12017p93-115

Palavras-chave:

Floating Hoses. Valorização de Resíduos Sólidos. Manufatura Reversa.

Resumo

Uma grande parte do petróleo extraído hoje no Brasil é escoada para a costa, ou até mesmo transportada para embarcações maiores, através de mangotes flutuantes, chamados de Floating Hoses. Essa operação de descarregamento do petróleo é denominada de offloading, sendo de fundamental importância para o desempenho das unidades operacionais offshore. Essas unidades operacionais utilizam-se de sistemas de armazenamento e alívio de petróleo, que podem ser FSO (Unidade Flutuante de Estocagem e Transferência) ou FPSO (Unidade Flutuante de Produção, Estocagem e Transferência). Nesse cenário de transbordo do petróleo, os mangotes flutuantes têm papel primordial, pois são eles os responsáveis por esta operação. Os Floating Hoses, após vida útil, são descartados. Como fazer o descarte ambientalmente correto desse resíduo? O destino mais utilizado são os aterros industriais classe 2 para resíduos não perigosos. Buscou-se com a pesquisa desenvolver técnicas de destinação adequadas para os Floating Hoses, de forma a obter uma maior valorização possível dos materiais que os compõem, bem como apresentar os riscos em caso de estes serem acondicionados em um aterro, mesmo que seja um aterro controlado. Essa técnica está baseada em uma chamada Manufatura Reversa, todos os seus componentes são reaproveitados e valorizados, tendo uma destinação ambientalmente mais correta e economicamente viável. A metodologia de pesquisa utilizada foi baseada em estudos empíricos de fundamentação fenomenológica, envolvendo equipe operacional de uma empresa de porte médio que possui uma participação ascendente no mercado de tratamento e destinação de resíduos no município de Macaé. Evidenciou-se com a pesquisa que há possibilidade de ganhos potenciais com a aplicação das técnicas de manufatura reversa dos mangotes, tanto em termos de reduções de passivos ambientais, como com o retorno financeiro por meio da valorização dos materiais que os compõem.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Marlon de Almeida Clemente Silva, Instituto Federal Fluminense (IFFluminense)
    Mestrando em Engenharia Ambiental (IFFluminense, campus Macaé) - Macaé (RJ) – Brasil. E-mail: marlon_clemente@oi.com.br.
  • José Augusto Ferreira da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense
    Doutor em Geografia (Unesp). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense, campus Macaé) - Macaé (RJ) – Brasil. E-mail: jasilva@iff.edu.br
  • Jader Lugon Junior, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense
    Doutor em Modelagem Computacional (UERJ). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense, campus Macaé) - Macaé (RJ) – Brasil. E-mail: jlugonjr@gmail.com
  • Marcos Antonio Cruz Moreira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense
    Doutor em Engenharia Elétrica (UFRJ). Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense, campus Macaé) - Macaé (RJ) – Brasil. E-mail: macruz@iff.edu.br

Downloads

Publicado

29-10-2017

Edição

Seção

Artigos originais

Como Citar

Resíduos industriais - técnicas de destinação e valorização dos floating hoses: estudo de caso no município de Macaé, RJ. Boletim do Observatório Ambiental Alberto Ribeiro Lamego, [S. l.], v. 11, n. 1, p. 93–115, 2017. DOI: 10.19180/2177-4560.v11n12017p93-115. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/boletim/article/view/9560.. Acesso em: 18 jun. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>