Proposição de metodologia para aplicação em estudos de caso de patologias em construções

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19180/1809-2667.v21n32019p530-539

Palavras-chave:

Manutenção, Inspeção, Diagnóstico, Prognóstico, Intervenção

Resumo

Almeja-se com este trabalho fornecer metodologia de ampla aplicação para a identificação e tratamento de patologias construtivas e fomentar no meio técnico a relevância da manutenção preditiva, a fim de minimizar custos. Para tal, foram analisados seis estudos metodológicos originais acerca do processo de estudo de patologias em edificações. Constatou-se que quão melhor realizada a inspeção de uma edificação, menor a chance de erros quando da prescrição das correções. A metodologia desenvolvida assume configuração piramidal a fim de indicar a dependência entre as etapas do estudo patológico. São eles, da base para o topo: inspeção, diagnóstico, prognóstico e intervenção.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Yuri Mariano Carvalho, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora/MG
    Técnico em Edificações pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais Campus Juiz de Fora. Acadêmico de Engenharia Civil na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) – Juiz de Fora/MG – Brasil. E-mail: yuri.mariano@engenharia.ufjf.br.    
  • Vivian Gemiliano Pinto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais Campus Juiz de Fora/MG
    Doutora em Ecologia pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Professora do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais Campus Juiz de Fora – Juiz de Fora/MG – Brasil. E-mail: vivian.pinto@ifsudestemg.edu.br.    

Publicado

19-12-2019

Edição

Seção

Artigos de revisão

Como Citar

CARVALHO, Yuri Mariano; PINTO, Vivian Gemiliano. Proposição de metodologia para aplicação em estudos de caso de patologias em construções. Revista Vértices, [S. l.], v. 21, n. 3, p. 530–539, 2019. DOI: 10.19180/1809-2667.v21n32019p530-539. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/13121.. Acesso em: 24 jul. 2024.