O processo de (re)organização da disciplina Anatomia Humana do Aparelho Locomotor para receber o primeiro estudante Surdo da Escola de Medicina da UFRJ-Macaé

Autores

  • Guilherme Aguiar Moraes Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Macaé/RJ
  • Jane Carlos Santana Capelli Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Macaé/RJ
  • Vivian Oliveira Sousa Corrêa Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Macaé/RJ

DOI:

https://doi.org/10.19180/1809-2667.v22n32020p485-500

Palavras-chave:

Anatomia, Educação Médica, Mentores, Perda auditiva

Resumo

Introdução: Após Lei de Reserva de vagas para Pessoas com Deficiência, a Escola Médica de Macaé recebeu o primeiro estudante Surdo usuário da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Justificativa: Apresentar os desafios e adaptações realizadas pela equipe de Anatomia Humana, frente à premência da construção de acessibilidade ao Surdo. Metodologia: Pesquisa-ação engendrada pela ótica da equipe da disciplina acerca do processo de reorganização e adaptação das atividades de ensino, as quais incluem aulas teóricas, práticas, palpatórias, visitas a serviços de saúde, plantões de resolução de dúvidas e avaliações. Desenvolvimento: Quase todas as atividades tiveram auxílio de Tradutor e Intérprete de Libras. As aulas práticas e palpatórias ocorreram através de abordagem individual com monitores e roteiros otimizados das aulas, e Atlas Fotográfico. Apesar da exploração didática viso espacial, reconhece-se dificuldade na compreensão dos conteúdos, em especial, pelo entrave linguístico. Conclusão: Há necessidade de diálogo com membros da comunidade surda no delineamento da adequação pedagógica, bem como a criação de sinais no campo das ciências da saúde para a formação médica.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Guilherme Aguiar Moraes, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Macaé/RJ
    Acadêmico do Curso de Graduação em Medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro/Campus UFRJ-Macaé Professor Aloisio Teixeira, Macaé/RJ - Brasil. E-mail: guiaguiarmoraes@gmail.com. 
  • Jane Carlos Santana Capelli, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Macaé/RJ
    Pós-Doutorado em Surdez no PROJETO SURDOS-UFRJ/Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis/CCS/Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Doutora em Ciências pelo Departamento de Epidemiologia e Métodos Quantitativos em Saúde, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca/Fiocruz (2005). Professora Associada II do Curso de Nutrição, da Universidade Federal do Rio de Janeiro/Campus UFRJ-Macaé Professor Aloísio Teixeira, Macaé/RJ - Brasil. E-mail: janecapelli@macae.ufrj.br.
  • Vivian Oliveira Sousa Corrêa, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Macaé/RJ
    Doutora em Ciências Morfológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2009). Professora Associada da Universidade Federal do Rio de Janeiro/Campus UFRJ-Macaé Professor Aloisio Teixeira, Macaé/RJ - Brasil. E-mail: sousa.vo@gmail.com.

Referências

ANTUNES, C. F. Aquisição da linguagem na relação Libras x Português. 2007. 38f. Monografia (Especialização em Déficit Cognitivo e Educação de Surdos) - Universidade Federal de Santa Maria, Uruguaiana, 2007.

BENJAMIN, S. A. et al. Impactos da vivência clínica desde o primeiro período na formação médica. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA DA UFRJ, 10., 2019, Macaé, RJ.

BISOL, C. A. et al. Estudantes surdos no ensino superior: reflexões sobre a inclusão. Cadernos de Pesquisa, Caxias do Sul, v. 40, n. 139, p.147-172, jan./abr. 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-15742010000100008.

BOLLELA, V. R. et al. Aprendizagem baseada em equipes: da teoria à prática. Medicina (Ribeirão Preto Online), Ribeirão Preto, v. 47, n. 3, p. 293-300, jun. 2014. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v47i3p293-300.

BRASIL. Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Brasília, DF, dez. 2005. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Decreto/D5626.htm. Acesso em: 11 abr. 2020.

BRASIL. Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Brasília, DF, abr. 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10436.htm. Acesso em: 11 abr. 2020.

BRASIL. Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012. Dispõe sobre o ingresso nas universidades federais e nas instituições federais de ensino técnico de nível médio e dá outras providências. Brasília, DF, ago. 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12711.htm. Acesso em: 11 abr. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.409, de 28 de dezembro de 2016. Altera a Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012, para dispor sobre a reserva de vagas para pessoas com deficiência nos cursos técnico de nível médio e superior das instituições federais de ensino. Brasília, DF, dez. 2016. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2016/lei-13409-28-dezembro-2016-784149-publicacaooriginal-151756-pl.html. Acesso em: 11 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução CNS n° 466, de 12 de dezembro de 2012. Contém as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília, DF, 2012b. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf. Acesso em: 22 out. 2019.

BUENO, J. G. S. Surdez, linguagem e cultura. Cadernos CEDES, Campinas, v. 19, n. 46, p. 41-56, set. 1998. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-32621998000300005.

CAPELLI, J. C. S. et al. Educação de Surdos no Ensino Superior. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2019.

CAPELLI, J. C. S.; DI BLASI, F.; DUTRA, F. B. S. Percepção de Docentes sobre o Ingresso de um Estudante Surdo em um Campus Universitário. Rev. Bras. Ed. Esp., Bauru, v. 26, n. 1, p. 85-108, jan./mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-54702020v26e0116

COSTA, B. S.; CORRÊA, V. O. S. Aprendizagem Baseada em Equipes na disciplina Anatomia: percepção de discentes do curso de Medicina. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA DA UFRJ, 10., 2019, Macaé, RJ.

COSTA, B. S.; PEREIRA, K. A.; CORRÊA, V. O. S. Integração básico clínica na disciplina de Anatomia no primeiro período do curso de Medicina. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA DA UFRJ, 10., 2019, Macaé, RJ.

CRUZ, J. I. G.; DIAS, T. R. S. Trajetória escolar do surdo no ensino superior: condições e possibilidades. Revista Bras. Educ. Espec., Marília, v. 15, n. 1, p. 65-80, abr. 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-65382009000100006.

DAROQUE, S. C. Alunos surdos no ensino superior: uma discussão necessária. 2011. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências Humanas, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2011.

FARIA, J. G. Formação, profissionalização e valorização do professor surdo: reflexões a partir do Decreto 5.626/2005. Rev. Bras. Educ. Espec., Marília, v. 17, n. 1, p. 87-100, abr. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-65382011000100007.

FERRAZ, F. J. S.; FERRAZ, L. As relações sociais de comunicação entre surdos e não surdos. EFDeportes.com [online], v. 20, n. 211, dez. 2015.

KAIMKHANI, Z. A. et al. O currículo tradicional de Anatomia é satisfatório para os estudantes do último ano de medicina? Uma avaliação retrospectiva. Einstein [online], v. 7, n. 3 pt. 1, p. 341-346, 2009.

LIMA J. P. V. et al. Impacto do Atlas Fotográfico de Anatomia Humana com peças do anatômico do Campus UFRJ-Macaé no desempenho de acadêmicos da área da saúde. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA DA UFRJ, 9., 2018, Macaé.

MOREIRA, A. P. et al. Uso de imagens radiológicas na disciplina Anatomia do Aparelho Locomotor como ferramenta de integração básico-clínica. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA DA UFRJ, 10., 2019, Macaé, RJ.

MOURA, M. C. O surdo: Caminhos para uma nova identidade. 1996. Tese (Doutorado em Psicologia) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1996.

NASCIMENTO, C. O.; SOUZA, C. G.; CORRÊA, V. O. S. Percepção dos alunos de medicina sobre a criação de um atlas fotográfico de anatomia humana com peças cadavéricas. IJHE-Interdisciplinary Journal of Health Education, v. 2, n. 2, p. 81-88, 2017. DOI: https://doi.org/10.4322/ijhe.2017.001

NUNES, F. C. et al. Dinâmica de Grupo e Pesquisa-ação em saúde: possibilidades de aplicação. Millenium - Journal of Education, Technologies, and Health, v. 2, n. 11, p. 65-71, 2020. DOI: https://doi.org/10.29352/mill0211.07.00273

OLIVEIRA, C. S. S. et al. Saúde e Surdez: limites, possibilidades e desafios. In: JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS, 4., 2011, São Luís, MA. Anais [...]. São Luís: Universidade Federal do Maranhão, 2011. Tema: Neoliberalismo e lutas sociais: Perspectivas para as políticas públicas.

ORTALE, J. R. A importância da anatomia na formação do médico. Bioikos (Campinas), Campinas, v. 8, n. 1-2, p. 77-81, 1994.

RODRIGUES, E. G.; GONTIJO, C. M. M.; DRAGO, R. Teacher Training and Teaching Method for Deaf Children. Rev. Bras. Ed. Esp., Bauru, v. 26, n. 1, p. 119-134, jan./mar. 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382020000100143&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 2020.

SILVA, G. G.; CUPERTINO FILHO, J. R.; CORRÊA, V. O. S. Anatomia palpatória como estratégia de interação dos conteúdos básicos com a prática clínica no primeiro período do curso de medicina. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA DA UFRJ, 8., 2017, Macaé, RJ.

SILVA, I. A. Inclusão Escolar: Adaptação Curricular para Alunos Surdos. Revista Virtual de Cultura Surda [online], Rio Grande, v. 11, p. 1-10, jun. 2013.

SILVA, M.; OLIVEIRA, H. L. T. Formação Profissional Integrada ao Ensino Médio: um estudo de caso com estudante surdo. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 33, mar. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X39507.

SOARES, L. A.; SILVA, A. P. A. Adaptações Curriculares para Alunos Surdos. Revista Virtual de Cultura Surda, Rio Grande, v. 15, p. 1-17, mar. 2015.

TAVANO, P. T. Onde a morte se compraz em auxiliar a vida: a trajetória da disciplina de anatomia humana no currículo médico da primeira faculdade oficial de medicina de São Paulo – o período de Renato Locchi (1937-1955). 2011. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Educação, São Paulo, 2011.

VIEIRA, A. B. C.; MACEDO, L. R.; GONÇALVES, D. U. O diagnóstico da perda auditiva na Infância. Pediatria, São Paulo, v. 29, n. 1, p. 43-49, 2007.

Publicado

28-11-2020

Edição

Seção

Dossiê Temático: “Pensar e Fazer a Cidade: Educação e Desenvolvimento Local”

Como Citar

MORAES, Guilherme Aguiar; CAPELLI, Jane Carlos Santana; CORRÊA, Vivian Oliveira Sousa. O processo de (re)organização da disciplina Anatomia Humana do Aparelho Locomotor para receber o primeiro estudante Surdo da Escola de Medicina da UFRJ-Macaé. Revista Vértices, [S. l.], v. 22, n. 3, p. 485–500, 2020. DOI: 10.19180/1809-2667.v22n32020p485-500. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/15551.. Acesso em: 19 jul. 2024.