A Escola é (n)o Parque: possibilidades espaciais para a Educação em Macaé/RJ

Autores

  • Aline Couto da Costa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos Centro, Campos dos Goytacazes/RJ
  • Aryanne Gonçalves Guimarães Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos Centro, Campos dos Goytacazes/R

DOI:

https://doi.org/10.19180/1809-2667.v22n32020p501-516

Palavras-chave:

Parque, Escola, Ensino, Espaço não formal

Resumo

De modo geral, a cidade possui espaços formais e não formais de educação. Dentre as possibilidades, há o parque urbano, que muitas vezes não é plenamente aproveitado devido a problemas, como falta de uso e apropriação, ausência de manutenção e segurança, abandono, criminalidade etc. No entanto, se bem cuidado, ele pode proporcionar benefícios para a educação e para a cidade. Nesse contexto, o artigo objetiva apresentar um projeto de requalificação do Parque da Cidade em Macaé, caracterizando-o como um espaço educacional não formal de qualidade, de modo a potencializar seu uso e apropriação pelos cidadãos, inclusive a comunidade escolar, por meio da criação de áreas de convivência, recreação, esporte, cultura e outras. Para isso, a metodologia envolveu pesquisa bibliográfica e documental, pesquisa de campo e desenvolvimento projetual. Os resultados indicam que é possível criar espaços públicos urbanos que possam estimular o uso dos parques para fins educacionais.  

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Aline Couto da Costa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos Centro, Campos dos Goytacazes/RJ
    Doutora em Arquitetura pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2016). Professora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) – Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. E-mail: alinecoutoarquitetura@gmail.com.
  • Aryanne Gonçalves Guimarães, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense Campus Campos Centro, Campos dos Goytacazes/R
    Graduanda em Arquitetura e Urbanismo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense) Campus Campos Centro – Campos dos Goytacazes/RJ – Brasil. E-mail: aryanneeg@hotmail.com.

Referências

AZEVEDO, G. A. N.; TÂNGARI, V. R.; RHEINGANTZ, P. A. Do Espaço Escolar ao Território Educativo: o lugar da arquitetura na conversa da escola de educação integral com a cidade. Rio de Janeiro: UFRJ, FAU, PROARQ, 2016.

GEHL, J. Cidade para pessoas. São Paulo: Editora Perspectiva, 2013.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GUIMARÃES, A. G. Parque da Cidade em Macaé-RJ: Requalificação por meio de Propostas Participativas e Urbanismo Tático. 2020. Trabalho Final de Graduação (Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo) – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense, Campos dos Goytacazes, 2020.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Portal do IBGE. 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rj/macae/panorama. Acesso em: 27 set. 2019.

JACOBUCCI, D. F. C. Contribuições dos espaços não formais de educação para a formação da cultura científica. Em Extensão, v. 7, n. 1, 2008.

LEFEBVRE, H. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2009.

MICHAELIS. Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. São Paulo: Melhoramentos, 1998.

MACAÉ, RJ. Prefeitura Municipal de Macaé. Portal da Prefeitura Municipal de Macaé. Disponível em: http://www.macae.rj.gov.br. Acesso em: 1 set. 2019.

MACEDO, S. S.; SAKATA, F. G. Parques Urbanos no Brasil = Brazilian Urban Parks. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2010.

QUEIROZ, R. M. et al. A caracterização dos espaços não formais de educação científica para o ensino de ciências. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 8., 2011. Anais […]. Águas de Lindóia: ABRAPEC, 2011.

SOUZA, J. R. Anteprojeto de reabilitação do parque da cidade do município de Macaé, RJ. 2018. 89 f. Monografia (Especialização em Arquitetura e Urbanismo) – Instituto Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes, RJ, 2018.

Publicado

28-11-2020

Edição

Seção

Dossiê Temático: “Pensar e Fazer a Cidade: Educação e Desenvolvimento Local”

Como Citar

COSTA, Aline Couto da; GUIMARÃES, Aryanne Gonçalves. A Escola é (n)o Parque: possibilidades espaciais para a Educação em Macaé/RJ. Revista Vértices, [S. l.], v. 22, n. 3, p. 501–516, 2020. DOI: 10.19180/1809-2667.v22n32020p501-516. Disponível em: https://editoraessentia.iff.edu.br/index.php/vertices/article/view/15528.. Acesso em: 19 jul. 2024.